PENSAMENTOS SABOTADORES NA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR




Aqui vão algumas dicas para quem está fazendo algum tipo de reeducação alimentar. 

Só o seu pensamento pode levar você a sair do seu esquema alimentar. Pense bem sobre a última vez que  sucumbiu a um desejo e comeu além do que deveria comer. Ele era um alimento proibido pela nova proposta alimentar, mas você comeu, comeu muito e numa quantidade elevada? O que pensou para se permitir comer?
  
É incrível como nossa mente pode ser criativa quando queremos nos justificar. Talvez você tenha pensado em algo como: tudo bem comer isto porque ...., estou estressado/faminto, / Não me importo, / Eu realmente quero comer, /Todo mundo está comendo, /Parece tão gostoso,/ Eu não posso resistir, /Não tem importância, /Vou recomeçar a dieta de novo amanhã,/É de graça, /Ninguém tá vendo,/Estou comemorando.

Pensando bem agora, talvez você compreenda o quanto esse tipo de pensamento é distorcido. VOCÊ COMPREENDE que não é correto comer demais quando se quer emagrecer, mas os PENSAMENTOS SABOTADORES podem ser muito convincentes no momento em que ocorrem.
Ainda bem que existem ferramentas eficazes para contrariá-los:

COMER PARECE AUTOMÁTICO, MAS NÃO É

Funções biológicas como a batida do seu coração e a digestão são processos automáticos, mas COMER NÃO É. É você quem decide comer ou não comer. Você já comeu um pote de sorvete sem se dar conta? E uma caixa de bombom? Uma barra de chocolates? Já comeu “automaticamente”, sem pensar? Esse gesto pode parecer automático, involuntário, mas não é! Provavelmente quando comeu não estava prestando atenção no que estava fazendo. Se comer fosse um gesto automático, vc comeria um pé de alface do mesmo modo que comeu as delícias aí de cima. O ato de comer parece automático justamente porque sua atenção não está no ato de comer. Esta falta de foco às vezes não é intencional, mas é habitual. Você se distrai com outras atividades enquanto come pois se habituou a isto. Já viram mães que distraem as crianças para que elas comam mais e comam muito? Este é um hábito criado, montado e por isto pode ser mudado.

Então a proposta é: NESTA SEMANA COMA PAUSADAMENTE, PENSANDO EXATAMENTE NO QUE VOCÊ ESTÁ EXPERIMENTANDO. COMA COM CALMA, INDEPENDENTE DE TUDO E DE TODOS. SENTE PARA COMER. DÊ ATENÇÃO AO QUE PRA VOCÊ É TÃO IMPORTANTE. NÃO LIGUE A TV . TENTE FAZER TUAS REFEIÇÕES SOZINHO.
ESTE É UM MOMENTO DE ABRIR MÃO PARA GANHAR MUITO  LÁ NA FRENTE, NÃO SE ESQUEÇAM DISTO!

OS GATILHOS E O PROCESSO ALIMENTAR

Existe sempre um gatilho que precede aos pensamentos que lhes vem a mente. Por exemplo, ao visualizar uma barra de chocolate  você pensa: Isto deve estar muito bom. Acho que quero um!  A seguir pega a barra e devora. Não foi a barra de chocolate que te provocou! Ela não tem culpa nenhuma. Ela só existe. Foi o seu  PENSAMENTO que determinou que você ia devorá-la.

E você: Qual é o seu gatilho? Como controla seus pensamentos?

  Adriana Santiago
Psicóloga - Especialista em Transtorno Alimentar
Consultório: Copacabana - Itaipu  - Santa Rosa
tel: 26092565 - 86622565

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VOCÊ SABE RECONHECER OS SINAIS DA PAQUERA? SABE QUANDO ALGUÉM ESTÁ INTERESSADO (A) EM VOCÊ?

O QUE É TERAPIA DOS ESQUEMAS?

O ESQUEMA DE PRIVAÇÃO EMOCIONAL